17
3201.2200

Resultados de Busca em Notícias

Intel lança na IFA processador Core M, com menor arquitetura do mundo

A Intel realizou uma conferência na IFA 2014 para apresentar seu novo processador com arquitetura de apenas 14 nanômetros. Chamado de Intel Core M, a CPU foi criada pensando no atual mercado de computadores conversíveis e cada vez mais finos. Ele é o primeiro a ter essa dimensão: o anterior da fabricante tinha 22 nanômetros. A novidade permite que fabricantes criem aparelhos sem cooler com espessura de até 9mm.


De acordo com Kirk Saugen, vice-presidente do grupo Intel, o processador Intel Core M reduz o consumo de bateria do dispositivo, melhora o processamento de  imagem, torna o gadget mais potente e descarta a necessidade do uso de coolers para dissipar o calor.  O foco são os computadores cada vez mais finos, que podem ser transformados em tablets - e os próprios tablets em si, é claro.


O processador permite aumentar a performance do computador em 50% e acelerar o processamento gráfico em até 40%, se comparado com o chip Core de quarta geração da companhia. A CPU, que melhora a vida útil da bateria dos dispositivos, aguenta até oito horas de vídeo, sendo esse número 20% superior ao modelo citado acima.

O Core M estará disponível em três versões: com mais de 2.0 GHz tem os modelos M-5Y10 e 5Y10a e para quem quer mais desempenho, acima de 2.6 GHz, há o Intel Core M-5Y70. Esse último é o top de linha da série e também está disponível com a tecnologia vPro da Intel, que é voltada para as empresas e ajuda a proteger dados, identidade dos usuários e acesso à rede.


Todos as versões são compatíveis com processador gráfico HD 5300 e têm suporte a DirectX 11.2, OpenGL 4.2 e OpenCL 2.0. Telas com resolução Ultra HD são suportadas através de entrada HDMI a 24 Hz, abrindo a precedentes para que tablets e PCs ultrafinos tenham telas com essa qualidade. A plataforma inclui ainda suporte para áudio de alta qualidade, segunda geração de Wi-Fi 802.11ac e um dock sem fio que permitirá usar a tecnologia WiGif desenvolvida pela empresa.

A Intel comparou ainda um aparelho considerado como mais fino do mercado em 2010, um ultrabook genérico, a um produto ultrafino com o Core M, tomando com exemplo um notebook 2-em-1. O computador atual é mais fino e leve, apresenta a performance de CPU duas vezes melhor e de gráficos sete vezes superior.


Além disso, a bateria dura duas vezes mais e como dispensam o uso de coolers, é mais silencioso e aquece menos. Já os tablet ganharam, de quatro anos para cá, melhoria em três vezes em navegação na web e na performance gráfica.

A companhia afirmou ainda que a nova CPU chega ao mercado em outubro deste ano. Mas isso não significa que eles vão descontinuar oas modelos atuais: Core i3, i5 e i7. A quinta geração dos processadores será anunciada no início de 2015 e, de acordo com a empresa, será voltada para ultrabooks e notebooks de alta performance.


Fonte(s): TechTudo

Nossas notícias

Apple planeja produzir lote experimental do iPhone 5S em dezembro

Para Anatel, modelo atual dificulta resultados efetivos das fiscalizações

Gi Bike, a bicicleta integrada com seu smartphone

Internet e computador são preferência entre adolescentes brasileiros

O futuro próximo e veloz do Google+

Google anuncia fusão entre Google Insights para Pesquisa e Google Trends

Telefonia móvel: 3G cresce, mas habilitações ficam abaixo de 1 milhão

Novos produtos IP chegam ao portifolio da Intelbras

Sucessor do Blu-ray, Archival Disc poderá guardar até 1 TB

7 produtos do Google Labs que transformaram a internet para sempre